Médico Formado pela USP

A EMT é promessa de tratamento para AVC.

Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) é promissora em melhorar o funcionamento motor de pacientes com AVC sugere um estudo realizado por pesquisadores coreanos na reunião anual da Associação Americana de Medicina Electrodiagnostic em Savannah, Georgia.

Os doentes com AVC enfrentam um grande obstáculo em recuperar o uso dos braços, pernas, e outros grupos musculares paralisados por acidente vascular cerebral. A busca por técnicas de reabilitação eficazes tem se concentrado em meios não-invasivos de restabelecer e reforçar o funcionamento do cérebro.
Historicamente, as intervenções feitas sobre o cérebro têm sido bastante drásticas: de buracos feitos no crânio por curandeiros primitivos a drogas, tratamentos elétricos e psicocirurgia em tempos mais recentes.

Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) se baseia na utilização de campos magnéticos pulsantes. A indução magnética provoca a passagem de pequenas correntes para dentro do tecido cerebral. Quando esse estímulo é feita em intervalos regulares, é denominado EMT repetitiva ou EMTr. Avanços tecnológicos recentes permitiram a criação de máquinas capazes de alternar esses campos magnéticos fortes em taxas fisiologicamente interessantes (até 25 Hz), chamados de EMTr de alta freqüência.

Os autores do estudo são incentivados pelo que os resultados podem significar para a reabilitação de pacientes com AVC. Se estudos futuros confirmarem os resultados apresentados, a EMTr pode ser uma ferramenta valiosa para restaurar o funcionamento motor dos pacientes com AVC, uma vez imobilizados por uma paralisia.