Potencial da Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva no tratamento da obesidade.

Algumas formas de obesidade podem surgir de transtornos alimentares e dados recentes sugerem que o tratamento com EMTr poderia ter efeitos benéficos em distúrbios alimentares.
O estudo, publicado em 2013, se propôs a revisar, de modo abrangente, artigos científicos publicados entre 1995 e 2013.

No tratamento da bulimia nervosa acredita-se que a Estimulação magnética transcraniana repetitiva reduza o desejo de comer, a “fissura por comida”. A obesidade está sendo reconhecida como um dos pontos finais do vício e do desejo por comida.

Além disso, a EMTr e a Estimulação Transcraniana por corrente direta são técnicas de estimulação do cérebro sendo usadas no tratamento da dependência de substâncias psicoativas.

Em suas conlusões o estudo afirma que a Estimulação magnética transcraniana repetitiva, através da redução do desejo de comer pode ser um potencial tratamento para um subconjunto de indivíduos que sofrem de obesidade. Novos estudos com um número maior de indivíduos ainda são necessários para confirmar os efeitos da EMTr sobre obesidade.

Fonte: NCBI