Médico Formado pela USP

Como saber se você tem TDAH

O TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) é um transtorno neurobiológico, que tem início na infância comprometendo o funcionamento da pessoa em vários setores de sua vida, e se caracteriza por três grupos de alterações: hiperatividade, impulsividade e desatenção.

Ele possui um componente genético muito forte, sendo um quadro com uma das maiores herdabilidades na psiquiatria e na medicina como um todo: Os parentes de uma criança com TDAH, por exemplo, tem um chance de 2 a 10 vezes maior de também der TDAH do que a população em geral!

O TDAH (DDA) atinge 5% da população brasileira, de acordo com uma pesquisa de 2011. Ele aparece na infância, antes dos 12 anos de idade, e, em mais de 70% dos casos, acompanha o indivíduo por toda a sua vida, causando grandes prejuízos.

Mas, ele ainda é, até hoje, muito desconhecido, inclusive por muitos profissionais da saúde, que tratam apenas das suas conseqüências.

Veja como identificar se você tem essa condição e entenda seus principais sintomas.

Analise sua habilidade de manter o foco

Uma das questões mais importantes sobre esse quadro é a capacidade que o indivíduo possui de ficar focado.

Devido ao transtorno, é frequente experimentar sintomas como a distração intensa e a baixa habilidade de permanecer concentrado em uma mesma tarefa por um período longo.

Ao mesmo tempo, é muito comum que pessoas com esse transtorno sejam capazes de focar intensamente quando estão em uma atividade prazerosa, nova ou desafiadora.

Ou seja, é uma atenção “tudo ou nada”: quando existe um grande desafio ou novidade, ocorre um “hiperfoco”. Quando não existem, é muito difícil permanecer focado por muito tempo em uma única tarefa.

Com isso, vale analisar se você passa por extremos. Caso haja uma grande dificuldade em focar em certas atividades e uma facilidade ainda maior para prestar atenção no que te interessa, você pode ter, sim, TDAH.

Entenda como anda a sua produtividade A dificuldade de concentração e de manter o foco em tarefas “obrigatórias” gera, normalmente, um quadro de procrastinação.

Diante das distrações, é comum que a pessoa com TDAH leve um tempo muito maior para realizar tarefas, mesmo aquela que são consideradas relativamente simples.

Isso leva a uma queda na produtividade, tanto no trabalho quanto em relação à vida pessoal. Ao observar esse comportamento e esses efeitos de maneira sistemática, é possível que haja a ocorrência dessa condição.

Verifique a sua capacidade de organização

Outra questão que pode te ajudar a identificar se você tem TDAH é a sua habilidade de organização. Como manter o foco e cumprir tarefas específicas é mais difícil para quem sofre com o transtorno não tratado, é comum que a desorganização faça parte da rotina.

Trata-se de algo que se manifesta tanto fisicamente, como na mesa de trabalho bagunçada, quanto na agenda, por exemplo.

Inclusive, é provável que pessoas com esse quadro se atrasem com maior frequência, já que têm maiores problemas para se planejar.

Compreenda se você tem dificuldade para relaxar

Com a dificuldade em se concentrar, é bastante provável que o paciente esteja sempre pensando em alguma coisa diferente do que está fazendo em cada momento, disperso tanto em fantasias quanto preocupado com as suas obrigações.

Isso faz com que ocorra uma resistência maior para relaxar. Desse modo, o quadros intensos de estresse e ansiedade podem acompanhar esse transtorno.

Sintomas comuns que indicam a presença desse quadro ansioso englobam uma irritabilidade constante e sensação de cansaço permanente.

Procure a ajuda de um especialista

Essas dicas vão te ajudar a identificar os sintomas que merecem maior atenção. Mas o diagnóstico preciso só poderá ser feito por um especialista.

Como diversos transtornos podem apresentar efeitos semelhantes, somente um profissional é capaz de identificar a diferença e fazer testes adequados para cada um deles.

Sendo assim, para saber se você tem TDAH é fundamental recorrer à ajuda de especialistas, que poderão diagnosticar o quadro e recomendar o melhor tratamento.

Para fazer o tratamento adequado, conte com a equipe de médicos e profissionais do CINA Agende uma consulta e veja como podemos ajudar a sua saúde!

Agende uma consulta

Unidade Ibirapuera

(11) 3051-7260

Unidade Alphaville

(11) 99242-9583